miercuri, februarie 22, 2006

"Suspensão de subsídio agro-ambiental compromete burros de Miranda" do Douro, em Portugal

Como denuncia a jornalista Celeste Pereira no Público de hoje, "A recente decisão do Ministério da Agricultura de não aceitar as candidaturas ao pacote das medidas agro-ambientais (boas práticas agrícolas) realizadas pela primeira vez em 2005 pode pôr em causa a protecção e salvaguarda da única raça de burros reconhecida em Portugal. A Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino (AEPGA) assegura que a ameaça de extinção volta a pairar sobre os burros de Miranda.
Se a resolução for adoptada, 'duvidamos que seja possível conservar a raça asinina de Miranda', sustenta Miguel Nóvoa, presidente daquela associação, que está esta semana a desenvolver um conjunto de iniciativas para lutar contra a concretização da medida governamental. Na sua opinião, a situação criará uma 'grande desmotivação' dos criadores de burros de Miranda e 'comprometerá seriamente e irremediavelmente todo o trabalho desenvolvido pela AEPGA nos últimos quatro anos'." (As hiperligações foram acrescentadas)
Pelo seu interesse cívico e didático, este artigo foi transcrito para o De lege agraria nova extensa.

Niciun comentariu: