sâmbătă, februarie 18, 2006

"Crise chega ao 'foie gras'" francês

Como dá conta um artigo do jornalista Daniel Ribeiro, publicado na última edição do Expresso, "O Governo francês - que ontem reuniu de emergência e reforçou as medidas de segurança após a detecção de um pato morto pelo vírus H5 - vai financiar uma campanha de vacinação de aves, contra a vontade da Comissão Europeia. A UE contesta a eficácia desta medida, uma vez que não inibe o contágio, mas 30 milhões de vacinas foram já encomendadas pelas autoridades gaulesas.
A medida justifica-se em nome da indústria avícola, considerada um 'pilar da nação' fancesa, que é o maior exportador de carne de aves da UE. O Executivo já proibiu a criação de aves ao ar livre, o que implicou o desaparecimento dos galinheiros de pequenas dimensões que abundam na província. Alguns grandes criadores, designadamente do sudoeste, onde existe o único frango qualificado com 'Denominação de Origem Controlada' - o Frango de Bresse -, inquietam-se porque a especificidade destes animais reside no facto de passarem o dia ao ar livre e se alimentarem nos campos. Quanto à campanha de vacinação, o Governo terá particular atenção às regiões da costa atlântica. Aí, o perigo é enorme, podendo afectar a produção de uma das mais afamadas iguarias francesas: o 'foie gras'." (As hiperligações foram acrescentadas)

Niciun comentariu: