miercuri, ianuarie 18, 2006

Turismo e Ambiente em Portugal: "Ludo processa Estado e pede 10 milhões de euros"

De acordo com o Diário de Notícias de hoje, "Uma 'verdadeira batalha jurídica que vai ser levada até às últimas consequências'. Célia Brito, a advogada que representa no Algarve a sociedade de direito britânica Springville Holdings Limited, proprietária da Quinta do Muro do Ludo, um terreno de cerca de 50 hectares situado no coração do Parque Natural da Ria Formosa (PNRF), não se conforma com a declaração de impacte ambiental desfavorável emitida em 14 de Novembro de 2005, pelo secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, relativa ao projecto de um campo de golfe naquela propriedade, e revela a estratégia a seguir." (As hiperligações foram acrescentadas)
Este artigo está disponível em texto integral.

Niciun comentariu: