miercuri, ianuarie 11, 2006

Em Portugal, "Julgamento do caso de falsificação de vinho do Porto pode durar um ano"

Como dá conta um artigo da jornalista Celeste Pereira no Público de hoje, "Foi com um forte e surpreendente aparato policial que ontem se iniciou, em Lamego, o julgamento dos 100 arguidos envolvidos no megaprocesso de falsificação de vinho do Porto, alguns dos quais acusados de associação criminosa. Trata-se de um dos mais complexos julgamentos de que há memória em Portugal. O tribunal destacou para este caso uma juíza em regime de exclusividade e estima-se que o julgamento se prolongará por cerca de um ano, com a realização de mais do que uma sessão por semana."
Em atenção ao respectivo interesse didático, este texto foi transcrito para o De lege agraria extensa.

Niciun comentariu: