marți, ianuarie 31, 2006

"Tomar: Quercus quer embargar obra que implica abate de sobreiros"

O jornal Público Última Hora noticia que "A associação ambientalista Quercus interpôs no Tribunal Administrativo de Leiria uma providência cautelar para embargar a construção de uma urbanização em Tomar considerada ilegal e que está a destruir alguns sobreiros, disse hoje o presidente daquela organização.
Em declarações à Lusa, Hélder Spínola explicou que as obras de urbanização de um loteamento privado na Quinta da Machuca, Alto do Piolinho, (município de Tomar) 'não têm o obrigatório alvará de licenciamento'.
Segundo o ambientalista, cem sobreiros (espécie protegida) estão em risco, uma vez que ocupam a zona correspondente aos lotes da urbanização, sendo que cerca de meia dúzia já foram destruídos pelas máquinas das obras. Mesmo os sobreiros que não sejam abatidos ficam degradados, dado que as obras com escavações profundas mutilam as suas raízes, explicou.
A Quercus diz já ter contactado, desde a semana passada, a Câmara Municipal de Tomar para exigir o embargo imediato da obra." (As hiperligações foram acrescentadas)

Niciun comentariu: