miercuri, ianuarie 18, 2006

Em Portugal, "Agrónomo vai ser director científico da autoridade alimentar"

De acordo com um artigo da jornalista Mariana Oliveira no Público de hoje, "O engenheiro agrónomo Manuel Barreto Dias, que foi durante vários anos o responsável pelo laboratório da Direcção-Geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar (DGFCQA), vai ser o director científico da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE). Barreto Dias, de 63 anos, que também foi vogal da última comissão instaladora da Agência Portuguesa de Segurança Alimentar, extinta com a criação da ASAE, vai ficar responsável pela avaliação dos riscos alimentares.
[...]
Para Isabel Sarmento, directora-geral da Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares, Barreto Dias é uma boa escolha: 'É um homem que conhece profundamente o sector e poderá vir a fazer um bom trabalho'. Isabel Sarmento teme, no entanto, que o modelo da ASAE, que concentra a fiscalização com a avaliação dos riscos alimentares, condicione a actuação do director científico. 'Vamos ver se lhe dão as condições para trabalhar. Esperamos que não fique limitado por estar num organismo fiscalizador'.
A Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores (Deco) prefere não comentar a escolha. 'Não fazemos apreciações pessoais, queremos é que a autoridade seja independente e tenha os meios necessários para se credibilizar junto dos consumidores e dos produtores', sublinha o secretário-geral, Jorge Morgado." (As hiperligações foram acrescentadas)

Niciun comentariu: