sâmbătă, octombrie 29, 2005

"União Europeia avança com novas concessões agrícolas na OMC"

Como dá conta um artigo da jornalista Isabel Arriaga e Cunha no Público de hoje, "A Comissão Europeia apresentou ontem aos parceiros da Organização Mundial do Comércio (OMC) uma nova proposta de redução dos apoios comunitários à agricultura, apesar de estar sob uma ameaça de veto ao acordo final por parte da França.
A nova oferta, anunciada por Peter Mandelson, comissário europeu responsável pelo Comércio que negoceia na OMC em nome dos Vinte e Cinco, incide sobre a ultra-sensível questão do acesso ao mercado comunitário de produtos agrícolas por parte dos países terceiros, que exigem reduções importantes dos elevados direitos aduaneiros praticados na UE para proteger os agricultores comunitários.
A proposta visa uma redução de 35 por cento para os direitos mais baixos e de 60 por cento para os mais elevados, o que equivale a uma média de 46 por cento. A primeira proposta, avançada por Bruxelas há duas semanas, limitava os cortes a um intervalo entre 20 e 50 por cento."
Em consideração ao interesse didático deste texto, o mesmo foi transcrito para o De lege agraria nova extensa.

Adicionalmente, importa consultar o Comunicado e o documento de Perguntas & Respostas elaborados pelo Serviço de Imprensa da Comissão Europeia, ambos disponíveis em Língua Espanhola.

Niciun comentariu: