duminică, martie 05, 2006

"Portugal vai dirigir projecto pioneiro no combate aos fogos florestais"

De acordo com o jornal Público Última Hora, "Portugal vai dirigir um projecto internacional pioneiro de pesquisa sobre o fogo na floresta mediterrânica que durará quatro anos, disse hoje à Lusa o secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas. O projecto 'Fire Paradox' (Paradoxo do Fogo) debruça-se sobre a necessidade de regulação da dinâmica dos ecossistemas naturais em contraposição ao uso descontrolado do fogo que leva à ocorrência de catástrofes que ameaçam a biodiversidade e resultam em prejuízo para as pessoas e bens.
Rui Nobre Gonçalves adiantou que o projecto, que foi proposto à União Europeia por várias universidades da Europa, vai analisar 'não só os aspectos técnicos, como também vai abordar as questões sociais que estão à volta do fogo na floresta'.
'O fogo tem aspectos negativos, mas também tem positivos, como o fogo controlado que tem como objectivo uma melhor gestão das florestas', adiantou o secretário de Estado, explicando que foi este paradoxo que deu o nome ao projecto.
Segundo Rui Nobre Gonçalves, o fogo controlado é feito nos meses mais frios e tem como objectivo 'reduzir a carga de combustível que existe nas florestas'."
Esta notícia está acessível em texto integral.

Niciun comentariu: