miercuri, martie 01, 2006

"Falta articular as políticas ambientais entre os concelhos do Grande Porto" (Portugal)

Nos termos de um artigo da jornalista Andrea Cunha Freitas no Público de hoje "'Estamos mal. Mas não estamos em nenhuma situação irreversível. Ainda temos muitas coisas boas, muitos recursos para conseguirmos dar a volta.' O diagnóstico é feito por Pedro Macedo, coordenador do projecto que visa definir o Plano Estratégico de Ambiente do Grande Porto, uma iniciativa da Lipor (Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto). O trabalho - conhecido como Futuro Sustentável - arrancou em Abril de 2003, conta com a assessoria técnica da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica e já passou etapas importantes. Para já, a conclusão do diagnóstico parece ser a 'falta de articulação' entre os nove concelhos envolvidos. Logo, o objectivo geral do Plano de Acção, não é menos ambicioso que o projecto em si: conseguir a articulação nas acções e políticas de ambiente na região.
[...]
O download dos documentos necessários para apresentar sugestões estará disponível no site com o endereço http://www.futurosustentavel.org/."
Pelo seu valor didático, este texto foi transcrito para o De lege agraria nova extensa.

Niciun comentariu: