vineri, aprilie 21, 2006

"UE acusa Washington de não ter reduzido subsídios agrícolas"

O Diário Económico noticia que "O comissário europeu do Comércio, Peter Mandelson, acusou os Estados Unidos de não terem reduzido em nada os subsídios agrícolas, além de acrescentar que Washington não é realista nas negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC). 'Em matéria de realismo, neste ponto das negociações, os Estados Unidos são, em primeiro lugar, de quem mais espero', disse Mandelson em Helsinquia, a menos de dez dias do prazo para a conclusão de um acordo sobre a ronda de negociações de Doha da OMC.
A União Europeia (UE) iniciou uma reforma dos subsídios agrícolas, mas segundo Mandelson os Estados Undos ainda não reduziram 'nem em um dólar ou fracção de dólar' os seus gastos agrícolas. De acordo com o negociador europeu, as reduções dos auxílio e das tarifas alfandegárias agrícolas pedidas pelos Estados Unidos tornariam impossível a manutenção da produção neste campo na Europa. Além disso, ainda segundo Mandelson, estas exigências significariam uma pressão enorme sobre as produções dos países em desenvolvimento.
O prazo de 30 de abril foi fixado pelos 149 Estados membros da OMC durante a conferência ministerial de Hong Kong, em Dezembro do ano passado, dentro das negociações de Doha, iniciadas em 2001 na capital do Qatar.
Esta rodada de negociações, que deveria ter sido encerrada no final de 2004, precisa estar concluída antes do fim de 2006, mas permanece bloqueada por divergências nos percentuais de redução das taxas de exportação aplicadas aos produtos agrícolas e industriais."

Nota: A Sala de Imprensa da U.E. divulgou o texto do discurso de Peter Mandelson, em Língua Inglesa.

Niciun comentariu: