marți, noiembrie 08, 2005

"Sevinate Pinto critica posições de Barroso"

Como refere um artigo de Isabel Teixeira da Mota, Publicado no Jornal de Notícias de hoje, "O ministro da Agricultura do Governo de Durão Barroso, Sevinate Pinto, criticou a proposta britânica, apadrinhada pelo ex-primeiro-ministro e actual presidente da Comissão Europeia, de reduzir os pagamentos directos da União Europeia (UE) aos agricultores, Uma iniciativa destinada a desbloquear o impasse no debate das perspectivas financeiras para a Europa até 2013.
Ontem, num debate organizado no âmbito das jornadas parlamentares do CDS-PP, que decorrem em Estremoz com Agricultura e Orçamento do Estado como temas, Sevinate confessou-se 'negativamente impressionado' com a posição de Barroso por ser prejudicial aos direitos adquiridos dos agricultores portugueses por ser 'desmantelado o compromisso de 2003 de verem as suas ajudas garantidas até 2013'.
Perante os deputados do CDS-PP, defendeu que, apesar de a Política Agrícola Comum (PAC) ter 'aspectos prejudiciais', 'Portugal não está em condições de poder dispensar 300 milhões de contos que recebe actualmente' da Europa (10% do valor bruto da produção agrícola provêm desta política europeia). Ao mesmo tempo Sevinate Pinto criticou a posição 'ambígua' do Governo de José Sócrates que, entre os acérrimos defensores da PAC, os franceses, e os que a olham com desconfiança, os ingleses, 'prefere uma atitude negocial pragmática que não é clara.'."

Niciun comentariu: