luni, noiembrie 21, 2005

Em Portugal, "Caça livre vai acabar até 2009"

Como dá conta um artigo de Ivete Carneiro, no Jornal de Notícias de hoje, "O Governo português promete acabar com todas as zonas de caça livre até ao final da legislatura, em 2009. O anúncio, feito, ontem, pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e Florestas numa visita à Zona de Caça Associativa de Monte Galo, Mértola, mereceu o repúdio dos caçadores livres. Vêem no anúncio apressado de uma data a intenção velada de 'afastar simplesmente as pessoas'. O governante Rui Nobre Gonçalves justificou, ao JN, a ordenação dos 25 a 30% de território cinegético ainda livre como condição para garantir a caça. 'É já um recurso limitado, precisa de ser gerido'. Um problema que acredita resolver-se generalizando as zonas de caça associativa (ZCA), turísticas ou municipais (ZCM) porque, 'no terreno ordenado, quem gere é responsável pelo controlo da actividade, para não pôr em causa a continuidade das espécies'. Como na ZCA de Monte 'Este ano, dada a seca, resolveram ter só sete jornadas de caça em vez dos dias todos permitidos por lei'. No território não ordenado, 'ao fim de dois dias, já não há caça'. (A hiperligação foi acrescentada)
Este texto está acessível na íntegra.

Para um melhor conhecimento do Direito Cinegético português, é de consultar a correspondente Página, da responsabilidade da Direcção-Geral dos Recursos Florestais.

Niciun comentariu: