marți, mai 30, 2006

"Mandelson confirma disposição para melhorar a oferta agrícola"

Segundo o Diário Económico, "A União Europeia (UE) está pronta para 'melhorar a sua oferta sobre o acesso ao mercado para produtos agrícolas, se os seus parceiros da OMC (Organização Mundial do Comércio) fizerem o mesmo em relação aos subsídios internos agrícolas e às tarifas alfandegárias industriais', voltou a declarar hoje o comissário europeu para o Comércio, Peter Mandelson, em Bruxelas.
Para Mandelson, que falou numa comissão do Parlamento europeu, é possível 'aproximar (a oferta europeia) das reivindicações feitas pelo G-20 (dos grandes países emergentes) dentro do quadro do mandato confiado pelo conselho de ministros europeus'. 'Mas nós apresentaremos uma nova oferta apenas se, ao mesmo tempo, os outros fizerem avanços satisfatórios sobre os apoios internos à agricultura e às tarifas industriais', insistiu o comissário europeu.
A exigência sobre as subvenções internas à agricultura refere-se essencialmente aos Estados Unidos, enquanto que a dos direitos aduaneiros industriais visa os países do G-20, sobretudo ao Brasil, que são os principais reivindicadores de uma maior abertura dos mercados agrícolas.
Segundo o responsável europeu, as negociações comerciais na OMC só avançarão se os Estados Unidos não apresentarem uma oferta agrícola melhorada comparável à que a UE está disposta a propor. 'Os Estados Unidos não devem subestimar o valor das melhorias que pretendemos fazer e devem dar sinais de um movimento equivalente', explicou Mandelson à comissão do comércio internacional do Parlamento europeu." (As hiperligações foram acrescentadas)

Niciun comentariu: