miercuri, mai 24, 2006

"Bruxelas melhorará oferta agrícola se outros parceiros o fizerem"

O Diário Económico noticia que "A União Europeia (UE) confirmou hoje estar disposta a melhorar a sua oferta agrícola nas negociações da liberalização comercial na Organização Mundial do Comércio (OMC), sempre e quando outros parceiros 'chave' fizerem o mesmo.
Esta mensagem do comissário europeu para o Comércio, Peter Mandelson, foi transmitida à reunião ministerial da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económicos (OCDE) que se realizou em Paris e que abordou as difíceis negociações na OMC. 'Só se parceiros chaves puserem também na mesa qualquer coisa que valha a pena, a União Europeia estará preparada para melhorar ainda mais a sua oferta agrícola', refere a mensagem de Mandelson.
A iniciativa europeia em matéria de acesso aos mercados agrícolas depende de uma maior limitação da parte dos Estados Unidos dos subsídios internos aos agricultores e da renúncia da parte de Washington às exigências 'totalmente irrealistas' feitas à UE sobre acesso aos mercados.
Bruxelas quer ainda que os países emergentes reduzam os direitos alfandegários aplicados nos bens industriais, segundo fontes comunitárias citadas pela agência EFE.
Os estados membros da OMC deviam ter chegado a acordo até 30 de Abril sobre as percentagens de redução dos direitos alfandegários aplicados aos produtos agrícolas e industriais, o que se revelou impossível.
A data limite para resolver estas questões essenciais à finalização das negociações sobre a liberalização do comércio mundial lançadas em 2001 em Doha, no Qatar, fora então fixada a 30 de Junho."

Niciun comentariu: