duminică, mai 21, 2006

Em Portugal, "Alcateia de lobos obriga a gastar mais 100 milhões em auto-estrada"

Nos termos de um artigo do jornalista Carlos Romero no Público Última Hora, "Uma verba que se situará entre 100 milhões e 150 milhões de euros deverá ser paga pelo Estado português à Norscut, consórcio dominado pelo grupo francês Eiffage a quem foi adjudicada a construção e a exploração do IP3/A24 entre Viseu e Chaves. O valor da compensação, que está a ser negociado desde 2004 e vai ser dirimido em Tribunal Arbitral, resulta de 'sobrecustos de construção e perda de receitas por atraso de entrada em serviço da obra', segundo a Estradas de Portugal (EP)."
Este texto está acessível na íntegra.

Niciun comentariu: