marți, august 22, 2006

"Polícias apertam cerco a quem não limpa terrenos florestais" em Portugal

Como dá conta Alfredo Maia, com José Carlos Maximino, no Jornal de Notícias de hoje, "As polícias estão a 'apertar' o cerco aos proprietários florestais que não limpam os terrenos nas bordas das matas e junto das residências. Em apenas um mês, e com dados ainda muito parciais, só a Guarda Nacional Republicana (GNR) já levantou 532 autos, que deram origem a coimas num total de 74 480 euros, por violação a disposições do recente diploma legal sobre medidas de prevenção dos fogos florestais. A Polícia de Segurança Pública (PSP) também está a fiscalizar a aplicação do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de Junho, especialmente em Aveiro.
De acordo com dados obtidos oficiosamente pelo JN, os 532 autos foram registados entre os dias 17 de Julho e 13 de Agosto, referindo-se à aplicação do novo diploma e não contando ainda com dados sobre as infracções à anterior legislação - o Decreto-Lei n.º 156/2004, nem com as ocorrências detectadas directamente pelo Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) ou pelo dispositivo territorial da GNR entre 15 de Maio e 16 de Julho." (As hiperligações foram acrescentadas)
Este artigo pode ser acedido em texto integral.

Niciun comentariu: