vineri, decembrie 15, 2006

"Agricultores angolanos e lusos pretendem trocar experiências"

Segundo a AngolaPress, "Luanda, 14/12 - O presidente da Unaca-Confederação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-Pecuárias de Angola, Paulo Uime, informou hoje, em Luanda, que agricultores portugueses disponibilizaram-se em apoiar as autoridades do país na criação de lojas e cooperativas agrícolas diversas.
Em declarações à Angop, o responsável explicou que o interesse dos agricultores lusos visa auxiliar a expansão do cooperativismo angolano e lhe foi manifestado, recentemente em Portugal, durante encontros de troca experiências com cultivadores locais.
Segundo Paulo Uime, durante a sua estadia de oito dias em Portugal, visitou a CONFRAGRI, uma instituição portuguesa que congrega várias cooperativas, sobretudo de fruta, videira, cereais, oliveira e de compra e venda, tendo por isso solicitado a ajuda portuguesa na diversificação dos ramos de actividade do cooperativismo angolano.
'O cooperativismo de Angola tem apenas uma grande expressão na agricultura e na pecuária, mas com o interesse demonstrado pelos agricultores portugueses vamos criar as condições para constituirmos mais cooperativas em outros ramos do vasto sector agrícola', afirmou.
O presidente de direcção da Unaca-Confederação esteve em Portugal a convite da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) poruguesa, para participar no quinto congresso desta organização, realizado dia nove deste mês.
O dirigente participou ainda, dia oito do corrente, em Portugal, no seminário internacional sobre 'eforma da OCM -Organização Comum do Vinho, que decorreu sob o lema 'O desenvolvimento rural só é possível com agricultura familiar a produzir'."

Niciun comentariu: