vineri, martie 09, 2007

"O direito à alimentação"

"A mensagem que os 600 delegados de movimentos sociais de todo o mundo mandaram durante o Fórum Mundial pela Soberania Alimentar [realizado entre os dias 23 e 27 de fevereiro próximo passado em Selingue, Mali] foi clara: é preciso dar um basta às políticas neoliberais para a produção agrícola mundial, barrando as ações das transnacionais na produção de alimentos. Como alternativa, as organizações sociais propõem o modelo da soberania alimentar, no qual a alimentação não é vista como uma forma de obter lucro, mas como um direito humano. 'Antes de tudo, é um direito político, um direito dos povos de definirem suas políticas alimentares e agrícolas', disse Paul Nicholson, representante da Via Campesina no País Basco."
Leia a notícia completa no Boletim NEAD n. 366.

Niciun comentariu: