duminică, decembrie 04, 2005

Brasil: CNA defende redução de 75% de todos os subsídios

"A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária, entidade que representa os produtores rurais brasileiros, defendeu hoje [01.12.2005] uma proposta de redução de 75 por cento em 15 anos de todos os subsídios e tarifas industriais e agrícolas do mundo.
'É preciso acabar com a fantasia das regras internacionais de comércio', disse hoje aos correspondentes estrangeiros em Brasília o vice-presidente para Assuntos Internacionais da CNA, Gilman Viana.
Como exemplo de 'fantasia', o representante da CNA citou que os subsídios dos 29 países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE) passaram de 305 mil milhões de dólares (258 mil milhões de euros) quando terminou a Ronda do Uruguai (1986) para 345 mil milhões de dólares (292 mil milhões de euros) actualmente.
Gilman Viana defendeu que o Brasil faça concessões nas negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC) para que possa manter a 'ambição agrícola'.
A nova ronda de negociações da OMC será entre os dias 13 e 18 de Dezembro, em Hong Kong, e um novo fracasso seria negativo para o Brasil, avalia a CNA."
Leia a notícia completa no Agroportal.