marți, februarie 20, 2007

"MST invade 13ª fazenda; Rainha diz querer negociar"

"Cerca de 100 integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) e de sindicatos rurais ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) invadiram hoje a fazenda Cachoeirinha, na cidade de Itapura, na Alta Paulista, a 670 km de São Paulo. Foi a 13ª fazenda invadida no oeste do Estado em 24 horas, na primeira ação conjunta do movimento com sindicatos filiados à CUT. Ontem, o MST e a central sindical mobilizaram cerca de 2 mil militantes para invadir 12 fazendas, principalmente no Pontal do Paranapanema.
[...]
O líder do MST, José Rainha Júnior, que planejou a onda de invasões, anunciou o início da fase de negociação. 'Agora, paramos de ocupar e vamos pedir audiências com o governo.' Ele disse que a maioria das áreas invadidas foi vistoriada e avaliada pelo Incra para acordo com os proprietários. Os fazendeiros, segundo ele, estão dispostos a vender a terra.
[...]
Outras áreas, segundo Rainha, foram consideradas devolutas em processos judiciais ou declaradas improdutivas. 'O que falta é o Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo) usar o dinheiro repassado pelo governo federal e agilizar a posse das terras', diz o militante. De acordo com Rainha, líderes do MST e do movimento sindical do campo vão pedir audiência com o secretário da Justiça de São Paulo, Luiz Antonio Marrey, para discutir a questão. O líder justificou as invasões: 'Se o Itesp não agiliza, o movimento social é obrigado a pressionar'.
[...]"
Leia a notícia completa no Yahoo! Notícias.

Niciun comentariu: