marți, februarie 06, 2007

"Cinco universidades brasileiras irão oferecer graduação em educação rural"

"A Universidade de Brasília (UnB) e as federais de Minas Gerais (UFMG), da Bahia (UFBA), de Campina Grande (UFCG), na Paraíba, e de Sergipe (UFS) terão cursos de graduação que irão capacitar 250 professores que já trabalham em salas de aula da zona rural e não têm formação superior. Cada instituição abrirá 50 vagas.
O título a ser oferecido (Licenciatura Plena em Educação do Campo) faz parte de um convênio que o Ministério da Educação (MEC) acaba de fechar com as cinco universidades públicas, por meio do Programa de Apoio à Formação Superior e Licenciatura em Educação no Campo, das secretarias de Educação Superior e de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade.
[...]
A exemplo do curso de graduação em Pedagogia da Terra – promovido pelo Programa Nacional de Educação para a Reforma Agrária do Ministério do Desenvolvimento Agrário (Pronera/MDA), parceira entre Incra, uma universidade pública e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) – esses cinco cursos funcionarão por módulos — três na universidade e outros três no campo, onde os alunos moram, e com acompanhamento de professores e orientadores pedagógicos, durante quatro anos."
Leia a matéria completa no Boletim NEAD n. 363.

Niciun comentariu: