luni, februarie 19, 2007

Brasileiros são os mais conscientes sobre aquecimento global

Os brasileiros e os chineses são os mais conscientes sobre o papel das atividades humanas no aquecimento global, mostrou uma pesquisa com 46 países.Os americanos são os menos conscientes. Treze por cento dos pesquisados nos EUA nunca leram ou ouviram falar do assunto, embora os Estados Unidos sejam o maior emissor de gases-estufa do mundo.
O levantamento, feito pela ACNielsen com mais de 25 mil usuários da internet, mostrou que 57% das pessoas no mundo todo consideram o aquecimento global "um problema muito grave" e outros 34% consideram-no um "problema grave". Os latino-americanos foram os mais preocupados e os norte-americanos, os menos preocupados - apenas 42 por cento das pessoas consideraram o aquecimento global "muito grave".
Os Estados Unidos emitem cerca de um quarto de todos os gases-estufa, e são o maior poluidor do mundo, à frente de China, Rússia e Índia.
O estudo também mostrou que 91% das pessoas já tinham ouvido falar do aquecimento global, e 50% imaginavam que ele fosse causado por atividades humanas.
A sondagem disse que as pessoas que vivem em regiões vulneráveis a desastres naturais são as mais preocupadas - desde os latino-americanos preocupados com os prejuízos às plantações de café ou banana aos moradores da República Tcheca, fortemente atingida por enchentes em 2002.
Na América Latina, 96% dos entrevistados disseram que já ouviram falar do aquecimento global e 75% o consideraram "muito grave".
O presidente George W. Bush tirou os Estados Unidos de Kyoto em 2001, mas disse, no início deste ano, que a mudança climática é um "sério desafio". (Reuters/ Estadão Online)

Niciun comentariu: