luni, februarie 19, 2007

"Agroecologia valoriza as lavouras familiares"

"Um exemplo de alternativa para a produção de alimentos saudáveis está sendo implantado em 1.080 pequenas propriedades de 36 municípios brasileiros. Nesses lugares, são produzidos peixes, tomate, cebola, pimentão, alho, coentro e mantidas pequenas criações, como gado, porcos e aves. Além de assegurar a alimentação da família, a tecnologia gera excedente para melhorar a renda de 5,4 mil agricultores e a economia dos locais em que vivem.
Conseguir vários produtos em pequenas propriedades – de tamanho médio de cerca de 10 campos de futebol – tornou-se realidade graças à Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais). O principal objetivo é livrar os agricultores familiares da dependência dos insumos agrícolas e agrotóxicos, inserindo-os no mercado dos alimentos orgânicos, cada vez mais consumidos no Brasil e no mundo. Essa experiência de agricultura familiar é fruto de parceria entre o Sebrae, a Fundação Banco do Brasil e o Ministério da Integração Nacional.
O investimento envolve R$ 6,7 milhões. Em apenas cinco meses de projeto, iniciado no fim de 2005, já haviam sido implantadas 400 hortas orgânicas em 12 estados. Oitenta consultores foram capacitados para disseminar a tecnologia, tarefa que conta com uma cartilha sobre o assunto, disponível no site do Sebrae (www.sebrae.com.br). De acordo com a gestora nacional do Pais, Newman Costa, o projeto evolui além das previsões iniciais. Para ela, o principal objetivo foi alcançado: alimentar as famílias e vender o excedente da produção para o comércio local, o que promove o crescimento das pequenas cidades."
Leia a notícia completa no Boletim NEAD n. 364.

Niciun comentariu: