duminică, septembrie 14, 2008

Eucaliptos, desequilíbrio ambiental, morcegos hematófagos e proliferação do vírus da raiva bovina na Fronteira Brasil - Uruguai

Segundo noticiou o Jornal Zero Hora, edição de 13.08.2008, Brasil e Uruguai irão reforçar ações para controlar o contágio do vírus da raiva na região da fronteira entre os dois países.
Vindo do interior do território uruguaio para a fronteira do Brasil o vírus da raiva é uma ameaça ao rebanho bovino e à população da região, cujo principal transmissor é o morcego hematófago (Animal de hábitos noturnos, que se alimenta de sangue e é portador natural do vírus da raiva).
Dentre os principais motivos que levam à manifestação do vírus está sendo apontada a mudança no meio ambiente local advindas pelas plantações de eucalipto. Nesse sentido, “as plantações de floresta no Uruguai, que já ocupam 100 mil hectares, teriam causado a ação”, em razão do stress causado aos morcegos (leia a entrevista do veterinário José Vargas, 68 anos, chefe do Serviço Ganadero de Rivera, do Ministério da Agricultura do Uruguai).

Veja a íntegra da reportagem.
(a imagem foi acrescentada)

Niciun comentariu: