sâmbătă, iunie 03, 2006

"Repartição das verbas agrícolas sem consenso" em Portugal

Como dá conta um artigo de Teresa Costa, publicado na edição de hoje do Jornal de Notícias, "Carece de unanimidade a chave de repartição das ajudas agrícolas para 2007-2013 que o Governo submeteu a apreciação pública. Dos 500 milhões de euros anuais reservados para os agricultores portugueses naquele período, o Ministério da Agricultura propõe que a maior parte seja destinada ao reforço da competitividade agrícola. Confragi e AJAP apoiam essa aposta, mas a CNA discorda. A CAP, que hoje organiza uma marcha em defesa do mundo rural, em Lisboa, reserva para a próxima semana uma tomada de posição.
O Plano Estratégico Nacional para o Desenvolvimento Rural, que se encontra em discussão pública até ao próximo dia 22, prevê que as verbas sejam atribuídas segundo três eixos, com a fatia maior (quase metade) para a competitividade dos sectores agrícolas, seguindo-se a melhoria do ambiente e, por último, a economia das zonas rurais."
Este texto está acessível na íntegra.

Niciun comentariu: