marți, ianuarie 15, 2008

"Bolsa triplica transacções de licenças de emissões em 2007"

Segundo o Diário Digital, "As transacções em bolsa (SENDECO2) das licenças de emissão de dióxido de carbono triplicaram no ano passado face a 2006, atingindo um total de 6,5 milhões de toneladas, revelou hoje fonte da instituição.
Este mercado surge no âmbito do Comércio Europeu de Licenças de Emissão (CELE), através do qual as empresas compram os direitos para poder poluir acima do que lhes é permitido.
As licenças transaccionadas no ano passado na Bolsa Portuguesa de Emissão de dióxido de carbono (SENDECO2) pertenciam ao primeiro Plano Nacional de Atribuição de Licenças (PNALE).
O primeiro PNALE correspondeu ao período de 2005-2007 e abrangeu 38,161 Mton (milhões de toneladas ou megatoneladas) divididos entre 36,896 Mton para 244 instalações industriais e uma parte restante para novas instalações.
Em comunicado divulgado, o director-geral da SENDECO2, Ismael Romeo, destacou a importância do aumento do volume de negócios, tendo em conta que o ano de 2007 foi 'difícil' por os preços terem passado de seis euros por tonelada para apenas três cêntimos. 'Isto significa que estamos a operar com sucesso e que as empresas confiam na rigorosidade, seriedade e segurança que a SENDECO2 lhes oferece. Resta ainda muita margem para melhorar e continuar a crescer', adiantou.
A SENDECO2 é a primeira plataforma de negociação de licenças de emissão de dióxido de carbono do Sul da Europa, tendo sido fundada em Setembro de 2004 para proporcionar às empresas um sistema - baseado na Internet - de negociação à vista de Licenças de Emissão de dióxido de carbono." (As hiperligações foram acrescentadas)

Niciun comentariu: