luni, septembrie 10, 2007

"Falta apoio para os burros"

De acordo com um artigo de Francisco Pinto, publicado no Jornal de Notícias de hoje "A Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino (AEPGA) espera há três anos por ajudas governamentais para apoio à manutenção daquela raça autóctone que está confinada aos concelhos de Bragança, Miranda do Douro, Mogadouro e Vimioso. 'Os criadores estão a ser motivados para a criação destes animais mais as ajudas nunca mais chegam, situação que vem desmotivar as pessoas e reduzir de forma significativa o efectivo. Todos os anos o número de animais têm vindo a diminuir', disse Miguel Nóvoa, secretário-técnico da associação.
As ajudas são, no entender dos técnicos que ajudam a manutenção dos animais, 'uma forma de reconhecer o esforço que as pessoas ainda fazem para manter os animais em boas condições'. O valor das ajudas à manutenção da raça está fixada em 174 euros/ano por cada animal.
A prova de que os criadores ainda mantêm a apetência por estes animais é verificada em certames como a tradicional Feira de Burros do Asinhoso, que este ano atraiu àquela aldeia de Mogadouro centenas de pessoas para assistirem ao cortejo tradicional e a 'sinuosa' gincana de burros, que pôs à prova a arte de bem montar e guiar um burro. No entanto, é já considerado que o burro mirandês é um animal 'na moda'. De momento, cerca de 50% dos animais nascidos no Solar da raça vão para outras regiões do país." (A hiperligação foi acrescentada)

Niciun comentariu: