duminică, iunie 03, 2007

"Plantas medicinais sem rei nem roque"

No Jornal de Notícias de hoje, Virgínia Alves relata que "Nas prateleiras dos supermercados, nos ervanários. Não faltam produtos à base de plantas com curas para quase todas as maleitas, alimentos enriquecidos com propriedades dessas plantas e mesmo produtos cosméticos. Mas, além da publicidade, que afirma os seus benefícios, não existe nenhum tipo de controlo deste mercado, não há qualquer legislação que imponha as regras da sua comercialização e proteja o consumidor, que procura uma longevidade saudável.
A confusão impera e manter-se-á até 2011, altura em que Portugal será obrigado a transcrever para a legislação nacional a directiva comunitária, de 2004, sobre os medicamentos tradicionais à base de plantas." (A hiperligação foi acrescentada)
Este artigo está acessível em texto integral.

Niciun comentariu: