duminică, noiembrie 16, 2008

Polícia Federal usará software inteligente na proteção da Amazônia

Segundo noticiou a jornalista Fabiana Leal, "O Centro Integrado de Proteção da Amazônia (Cipa), que reúne a Polícia Federal, o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), a Receita Federal, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Comando Militar da Amazônia (CMA), está produzindo um software inteligente que fornecerá a esses órgãos informações para a proteção da Amazônia.
'O programa é um sistema inteligente de respostas às informações que cada órgão pode fornecer ou precisa receber. Estamos verificando os interesses e as necessidades de cada órgão e vamos colocar num programa de computador as respostas que precisam ser fornecidas. (...) Cada órgão tem o seu banco de dados e não estamos integrando esses bancos. Faremos ações pró-ativas e não reativas', disse o delegado Mauro Sposito.
Segundo o delegado, para a PF, o principal interesse é saber sobre os aviões que entram no território brasileiro e as rotas que eles fazem. Estamos colocando (neste software) um sistema inteligente de respostas a essas situações.
A Receita Federal, por exemplo, também poderá dar dados sobre determinado barco que entrou na área amazônica. 'Com isso, podemos descobrir o dono dele e se está ilegal ou não'.
Esse programa em construção irá fornecer dados que permitam a esses órgãos ter quadros que determinem a ação a ser realizada na região amazônica. 'Nesse sistema só poderão ser integrados dados abertos. Nada de dado cobertos por sigilos', afirmou.
Sob orientação do governo federal, essa atividade integrada, segundo o delegado, está sendo realizada porque esses órgãos entendem que a questão de vigilância e proteção da Amazônia é prioritária para o País".

Notícia publicada pelo Portal Terra em 16 de novembro de 2008 (veja a íntegra).

Niciun comentariu: