sâmbătă, iulie 25, 2009

"Gestão de cheias e ciclones: Delegações monitoram bacias hidrográficas"

No Notícias, o jornalista António Janeiro dá conta que, em Moçambique, "Todas as bacias hidrográficas das regiões propensas a cheias e ciclones vão ter em breve delegações para a sua gestão. Ana Cristina, directora nacional de Prevenção e Mitigação no Instituto de Gestão de Calamidades, falando num seminário com administradores distritais sobre a institucionalização dos sistemas de aviso-prévio, realizado em Chibabava, província de Sofala, estas delegações, que também vão funcionar como Comissões Operativas de Emergências (COEs), deverão ser instaladas nos distritos de resposta, ou seja, localizados a jusante dos rios onde funcionam actualmente os Centros de Análise e Prognósticos, no contexto dos Sistemas de Aviso-Prévio de gestão de calamidades (GRC).
'A ideia é criar delegações de bacias e COEs que passarão a gerir todas as situações calamitosas que ocorram nestas regiões. Além disso, os distritos de resposta terão os Conselhos Técnicos de Gestão de Calamidades (CTGC) mais operativos, de modo que haja uma coordenação efectiva entre os distritos de resposta e outros situados ao longo das respectivas bacias, o que permitirá maior fluxo de informações', afirmou.
No caso específico da bacia do Búzi, onde se localiza um dos melhores e mais bem sucedidos sistemas de aviso-prévio, o SIDPABB, a fonte disse que a delegação será instalada no distrito com o mesmo nome da bacia, enquanto na bacia do Save será em Govuro ou Machanga, duas das regiões que mais sofrem dos efeitos das calamidades, sobretudo de cheias.
Ainda para a zona centro, segundo Ana Cristina, está em curso o processo de instalação do sistema de aviso-prévio na bacia de Licungo, na província de Zambézia, cuja delegação vai funcionar no distrito da Maganja da Costa. Este sistema está a ser financiado pelas Nações Unidas através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).
Quanto à gestão dos sistemas de aviso-prévio, segundo propostas do encontro, os governos distritais deverão assumir a sua gestão através das direcções distritais de Plano e Infra-estruturas." (As hiperconexões foram acrescentadas)

Niciun comentariu: