luni, aprilie 13, 2009

"Concessões algodoeiras reduzem em dezoito anos"

Segundo o Notícias, em Moçambique, "O Governo vai reduzir de 25 para sete anos o período de validade dos contratos de exploração das concessões algodoeiras por parte das fomentadoras do algodão, medida que vai vigorar a partir de Julho próximo e que visa acomodar o interesse manifestado por novos investidores no sentido de desenvolver aquela cultura de rendimento no país e, adicionalmente, incrementar os volumes de produção, segundo informação prestada pelo Ministro da Agricultura, Soares Nhaca.
O governante revelou que todos os contratos rubricados entre o Governo e as empresas fomentadoras da cultura do algodão estão neste momento cancelados, para permitir a assinatura de novos acordos uniformizados em termos de períodos de validade e em relação a outros aspectos específicos. No país estão inscritas neste momento 10 concessionárias do ramo, com a validade dos respectivos contratos diferenciada."
Este artigo pode ser lido na íntegra.

Niciun comentariu: